Nossas Dicas

Senbilidade dentária

A sensibilidade dentária é um indicativo de que alguma coisa não está da forma mais adequada possível.

Podemos ter sensibilidade dentária pelos seguintes motivos:

- Restauração mal adaptada: nesse caso a restauração pode estar em excesso ou faltando, onde a própria dentina que é a camada mais interna do dente, é estimulada, causando a dor. Com o passar do tempo uma restauração mal adaptada poderá infiltrar, ter acúmulo de placa havendo formação de cárie.

- Restauração infiltrada: como dito acima, a cárie se instala em local que não está bem adaptado ou polido, forma-se placa bacteriana, e inicia-se o processo de cárie. Nem sempre é visível à olho clínico.

- Cárie: expõe a camada interna do dente, a dentina, levando a sensibilidade diretamente ao nervo, devido aos túbulos dentinários.

- Clareamento dentário: o clareamento dentário age sobre a superfície dentária, por ser um ácido, penetra nos canalículos dentinários, deixando-os expostos, levando fluídos até o nervo do dente que é a polpa, causando  sensibilidade.

- Abfração: com o ato de apertar o dente e devido à forças mastigatórias, a estrutura do esmalte se desestabiliza causando a perda do mesmo, e exposição dos túbulos dentinários, ficando expostos causam a sensibilidade.

- Abrasão: é o ato de força excessiva na escovação, causando desgaste do esmalte e consequentemente exposição dos canalículos e sensibilidade.

- Bruxismo: o indivíduo tem como hábito parafuncional de ranger os dentes durante o sono, causando desgastes em vários níveis de gravidade da estrutura dentária, expondo a dentina e causando sensibilidade.

- Apertamento: é o hábito de forçar a mordida, apertar, em momentos de estresse ou durante o sono, podendo causar abfração.

 

 

Clínica Odontológica Odonto Luz Ltda
CRO.SP-Cl 17276

RT. Dra Wilsielen Sanches Luz
CRO.SP. 93.271